[Conteúdo Patrocinado] Compartilhamento de dados entre INPI e escritórios internacionais acelera análise – Pesquisa e Inovação

Pesquisa e Inovação

[Conteúdo Patrocinado] Compartilhamento de dados entre INPI e escritórios internacionais acelera análise
10/02/2023

[Conteúdo Patrocinado] Compartilhamento de dados entre INPI e escritórios internacionais acelera análise

Desde o fim de 2019 até 2022, a fila de pedidos de patentes depositados até 2016 e pendentes de análise no Brasil encurtou em 90%, segundo o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). Para colocar em prática o plano de “combate ao backlog”, o instituto começou a trabalhar de forma mais integrada aos escritórios internacionais de patentes. Com isso, o INPI passou a utilizar mais as informações dos órgãos de outros países quando se depara com um pedido de registro de patente que já foi feito fora do Brasil.

Para ler matéria completa, clique aqui.