Interfarma vai premiar produções acadêmicas sobre PI – Pesquisa e Inovação

Pesquisa e Inovação

Interfarma vai premiar produções acadêmicas sobre PI
10/07/2023

Interfarma vai premiar produções acadêmicas sobre PI

A Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa (Interfarma) lança o Prêmio Interfarma de Pesquisa e Inovação. O concurso avaliará artigos de graduação e pós-graduação de todo o Brasil sobre o tema “Aspectos positivos da Propriedade Intelectual: O papel da PI no fomento à inovação”.

O objetivo da premiação, cujos ganhadores serão conhecidos em março de 2024, é promover e disseminar o conhecimento sobre propriedade intelectual e inovação em universidades públicas e privadas do país. Com inscrições gratuitas abertas entre julho e 15 de dezembro de 2023, as informações sobre o Prêmio estão disponíveis aqui.

Os artigos inscritos devem ser inéditos e integralmente escritos pelo autor inscrito, ou seja, não podem ter sido publicados ou estar sob avaliação em outro veículo, seja mídia impressa ou eletrônica. A comissão julgadora selecionará três participantes finalistas. Os prêmios correspondem aos valores de R$ 6.000,00, R$ 3.500,00 e R$ 2.500,00, respectivamente.

Clique aqui para acessar o Regulamento do Prêmio

A Banca Julgadora do Prêmio é formada por:

Allan Augusto Gallo-Antonio: Advogado formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) e mestre em economia e mercados pela mesma instituição. Professor de micro e macroeconomia no Centro de Ciências Sociais e Aplicadas da UPM. Pesquisador permanente Centro Mackenzie de Liberdade Econômica na área de análise econômica do direito. Membro do Grupo de Estudos de Direito da Concorrência (GEDEC) e do Grupo de Estudos em Análise Econômica do Direito da PUC-PR. Membro da Comissão de Direito Empresarial da OAB SP e Blackstone Fellow 2014.

Antonio Marcio Buainain: Graduado em Direito e Economia, doutor em Economia, é professor do Instituto de Economia da Unicamp e pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (INCT/PPED) e do Centro de Economia Aplicada, Agrícola e do Meio Ambiente (CEA/IE/ Unicamp).

Carolina Hannud Medeiros: Professora na Pós-Graduação das Escolas de Direito da Fundação Getulio Vargas de São Paulo e do Rio de Janeiro, onde leciona Legal Design, Dispute System Design, Negociação e outras matérias. Premiada na categoria “Destaques” do Prêmio Esdras de Ensino do Direito de 2020. Foi mentora da Extensão Acadêmica “Laboratório de Design Jurídico” da Universidade de São Paulo e residente da agência e escola de design Kaospilot. Atualmente, é pesquisadora do Grupo de Pesquisa Mulher e Democracia: Renda e Justiça de Gênero do IDP no Brasil. Graduada em Direito pela Universidade de São Paulo e especialista pela Universidade de Coimbra.

Edson Souza: Técnico em química e biotecnologia (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro); bacharel em Direito (Faculdade de Direito da UERJ); especialista em biossegurança (ENSP/Fiocruz); mestre em direito de biotecnologia e ética (University of Sheffield – Chevening Alumnus) e MBA em empreendedorismo e inovação ( EAESP/FGV). É Professor visitante de cursos de pós-graduação lato sensu na UERJ e ESA SP e atualmente diretor de propriedade intelectual na Bayer.

Gabriel Leonardos: Sócio de Kasznar Leonardos Advogados, especializado em litígios e contratos de propriedade intelectual. Mestre em Direito (USP), LLM (LMU, Munique), MBA (FGV). Recipiente da Cruz do Mérito da Alemanha (Bundesverdienstkreuz). Atualmente (desde janeiro de 2022) é Presidente da ABPI – Associação Brasileira da Propriedade Intelectual.

Gustavo de Freitas Morais: Sócio de Dannemann Siemsen. Engenheiro elétrico pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Bacharel em direito pelas Faculdades Metropolitanas Unidas (São Paulo). Professor pós-graduação da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Especialização em propriedade intelectual – Franklin Pierce Law Center (EUA). Curso – Artificial Intelligence: Implications for Business Strategy MIT Management Sloan School – USA. Associações: ABPI, AIPLA, AIPPI and ASIPI.

Humberto Santos: Advogado público com atuação em regulação e concorrência, professor e pesquisador. Doutorando em Direito Comercial pela USP. Mestre em Direito pelo CEUB, Especialista em Direito Econômico e Defesa da Concorrência pela FGV. Especialista em Regulação Econômica pelo CEFET/RJ, Bacharel em Direito pelo CEUB e Licenciado em Ciências Sociais pela UnB. Professor de Direito do CEUB há 19 anos. Procurador Federal da Advocacia-Geral da União – AGU há mais de 20 anos, com atuação, nos últimos 8 anos, perante o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – CADE. Pesquisador na temática de ordenação jurídica dos mercados e de propriedade intelectual.

Kone Cesário: Professora de direito comercial e propriedade intelectual da Universidade Federal do Rio de Janeiro (FND/UFRJ); nos cursos de mestrado e doutorado da Academia do INPI; doutora e mestre em Direito pela PUC-SP; foi vice-diretora da FND/UFRJ nos anos de 2017-2021; também, pesquisadora visitante e palestrante na Universidade de Saint Gallen na Suíça, palestrante em diversas universidades públicas e privadas, congressos e seminários, professora convidada na Escola da Magistratura Regional Federal (EMARF), na Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ).

Leonor Cordovil: Doutora e mestre em Direito internacional econômico pela Universidade de São Paulo e pela Université Paris 1 – Panthéon Sorbonne. Mestre em direito econômico pela UFMG. Professora dos cursos de graduação e pós-graduação da Escola de Direito da Fundação Getúlio Vargas, em São Paulo. Fundadora da rede Women in Antitrust. Chair do Antitrust Committee da International Bar Association. Visiting Scholar na Organização Mundial do Comércio. Bacharel em Direito pela UFMG. Autora de livros e artigos em direito da concorrência, econômico e comércio internacional.

Liane Lage: Engenheira Química formada pela  UFMG, com mestrado e doutorado  em Engenharia Química pela UFRJ. Trabalhou como pesquisadora na Companhia Petroquímica do Nordeste, COPENE e no Programa de Engenharia Química da COPPE/UFRJ. Fez especialização em Propriedade Intelectual no CEFET/RJ e vários cursos de propriedade industrial em escritórios  internacionais, entre eles o  escritório americano, USPTO e o escritório europeu, EPO. Foi aposentada pelo INPI, no qual atuou por 25 anos, período em que assumiu diversos cargos de gestão: chefe de divisão da área química, coordenadora geral, diretora de patentes e presidente eventual substituta. Atualmente possui uma empresa de Consultoria e Treinamento em Propriedade Industrial.

Patricia Porto: Advogada. Coordenadora Acadêmica do Instituto Dannemann Siemsen. Doutora em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ). Mestre em Propriedade Intelectual e Inovação (INPI). Professora do Mestrado e do Doutorado da Academia do INPI e da Pós-Graduação em Direito da Propriedade Intelectual da PUC/RJ.

Ricardo Amaral Remer: Engenheiro Químico pela Universidade Federal do Paraná, Mestre em Biologia Celular e Molecular pela Fundação Oswaldo Cruz (1996), Pós-Graduado em Direito de Propriedade Intelectual pela FGV/RJ (2000), MBA em Gestão Empresarial pela FGV/RJ (2003). Atuação como empresário, consultor e professor. Empreendedor e Inventor de Produtos e Processos Químicos e Biotecnológicos.

Ricardo Luiz Sichel: Procurador federal do INPI aposentado, doutorado e mestrado em Direito da Propriedade Intelectual na WWU em Münster (Alemanha), professor titular da ECJ/ UNIRIO e do Programa de Mestrado em Direito da UCAM. Advogado e parecerista associado a Hanewald &Sichel Sociedade de Advogados.

Vicente Bagnoli: Professor do Programa de Pós-graduação em Direito Político e Econômico da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Diretor para o Brasil da Academic Society for Competition Law (ASCOLA) e sócio de Vicente Bagnoli Advogados.

Vladimir Fernandes Maciel: Possui graduação em Economia pela Universidade de São Paulo (1997), mestrado em Economia de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas – SP (2000) e doutorado em Administração Pública e Governo pela Fundação Getulio Vargas – SP (2011), com estágio doutoral (partial doctoral fellowship) no Massachusetts Institute of Technology (2009). Professor de graduação e pós-graduação, foi coordenador do Programa de Pós-Graduação em Economia e Mercados da Universidade Presbiteriana Mackenzie (2016-2017) e atualmente é coordenador do Centro Mackenzie de Liberdade Econômica (CMLE). Professor convidado da pós-graduação da Escola da Cidade (Especialização em Mobilidade e Cidade Contemporânea). Experiência acadêmica e profissional em estudos setoriais, projetos de desenvolvimento regional e urbano, estudos de mobilidade urbana, diagnóstico e avaliação de impactos socioeconômicos locais e regionais, indicadores de liberdade econômica e de ambiente de negócios, propriedade intelectual, escolha e políticas públicas. Membro da Comissão Assessora da CAPES para área de Economia (2020 – atual). Membro da Mont Pelerin Society. Membro do Conselho Superior do Instituto Liberal. Membro do Núcleo de Estudos Urbanos (NEU) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). Membro colaborador da Comissão Especial da Advocacia Empresarial da OAB-SP.